1/22/2009

Staphylococcus

Os estafilococos são células esféricas Gram-positivas que geralmente se dispõem em cachos irregulares semelhantes a cachos de uva. Crescem rapidamente em diversos meios de cultura e mostram-se ativos metabolicamente, fermentando carboidratos e produzindo pigmentos que variam de branco a amarelo intenso. Alguns são membros da microbiota da pele e das mucosas de humanos, outras provocam supuração, formação dos abscessos, várias infecções piogênicas e até mesmo septicemia fatal. Os estafilococos patogênicos hemolisam o sangue, coagulam o plasma e produzem uma série de enzimas e toxinas extracelulares.

O tipo mais comum de intoxicação alimentar é causado por uma endotoxina estafilocócica termoestável. Os estafilococos desenvolvem rapidamente resistência a agentes microbianos e constituem problemas terapêuticos difíceis.

O gênero Staphylococcus tem pelo menos espécies. As espécies de maior importância clínica são Staphylococcus aureus , Staphylococcus epidemidis e Staphylococcus saprophyticus. O Staphylococcus é um importante patógeno em seres humanos. Quase todos os indivíduos apresentam algum tipo de infecção por essa espécie durante sua vida, cuja gravidade vai desde uma intoxicação alimentar ou infecção cutânea de pouca importância até infecções graves potencialmente fatais. O Staphylococcus aureus é coagulase positivo, o que o diferencia das outras espécies. Os estafilococos coagulase-negativos são membros da microbiota humana normal e, algumas vezes, causam infecções quase sempre associadas a dispositivos e aparelhos implantados, sobretudo m pacientes muito jovens, idosos e imunocomprometidos. Cerca de 75% dessas infecções causadas por estafilococos coagulase-negativo são devido a espécies; as infecções causadas por Staphylococcus warneri, Staphylococcus hominis e por outras espécies são menos comuns. O S. saprophyticus representa um agente relativamente comum de infecções do trato urinário em mulheres jovens. Algumas espécies são importantes em veterinária.

Os estafilococos produzem catalase, que os diferencia dos estreptococos, fermentam lentamente muitos carboidratos, produzindo ácido láctico, mas não gás. A atividade proteolítica varia acentuadamente de uma cepa para outra. Os estafilococos patogênicos produzem muitas substâncias extracelulares.

13 comentários:

  1. Anônimo5/07/2009

    Eu achei o blog muito bom , porém seria melhor se tivesse alguma maneira de fazer pesquisar dentro do blog , sem precisar do google , ou que os tópicos fossem separados por categoria , ia facilitar muito.Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo8/04/2009

    achei o blog bom,porem podiam facilitar a pesquisa de outras generos de bacterias. mais adorei o blog esta bom, parabens e continuem assim.

    ResponderExcluir
  3. o q fazer qdo se esta diante de um paciente higido,assintomatico e sem quadro clinico de infeccao e q apresenta hemocultura+ para estafilococo coagulase negativo q se mantem +mesmo apos antibioticoterapia guiada pelo antibiograma????
    crica.birtanem@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. emanuel lessa3/28/2012

    Me ajudou muito parabens pelo trabalho prestado!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo4/02/2012

    totalmente amador

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo4/13/2012

      jura que amador ? otario

      Excluir
  6. Anônimo7/16/2012

    na verdade conseguir tirar minhas dúvidas...
    valeu mesmo.

    ResponderExcluir
  7. Ola bomdia
    Gostei da postagem
    me ajudou bastante
    Legal !!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Ola bomdia
    Gostei da postagem
    me ajudou bastante
    Legal !!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Anônimo12/12/2012

    gostei mim ajudando muito brigado!!!

    ResponderExcluir
  10. Anônimo6/23/2013

    Muito bom...simples e direto.

    ResponderExcluir
  11. Muito bem explicado , obrigada.

    ResponderExcluir
  12. Anônimo10/09/2013

    onde estão as referências bibliográficas ?

    ResponderExcluir